Covid-19: Alemanha autoriza uso de vacina da Johnson & Johnson em menores de 60 anos 191

A Alemanha, que recomenda a vacina Johnson & Johnson contra a covid-19 a partir dos 60 anos, vai permitir o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal.

A decisão foi anunciada pelo ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, após conversações com os responsáveis dos 16 estados federados, acatando a recomendação da Comissão Permanente de Vacinação (Stiko) do Instituto Paul Ehrlich (PEI).

Jens Spahn explicou que a administração da vacina da Johnson & Johnson em pessoas com menos de 60 anos deve ser realizada somente após uma explicação médica dos efeitos colaterais “sérios, mas muito raros” que esta vacina pode ter e depois uma decisão pessoal.

O ministro da Saúde indicou ainda que a maior parte dos lotes da vacina da Johnson & Johnson destinada à Alemanha chegará a partir de junho e que até lá uma grande maioria das pessoas com mais de 60 anos já estarão vacinadas, pelo que o lógico é permitir o seu uso em pessoas mais jovens que não foram ainda imunizadas.

São esperadas na Alemanha, até ao final de junho, cerca de oito milhões de doses da vacina da Johnson & Johnson.

De acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde alemão, mais de 60% das pessoas com 60 anos ou mais já estão vacinadas.

Envie este conteúdo a outra pessoa