Conferência para avaliar a literacia nos homens 0 60

Ocorreu no passado dia 11 de fevereiro, no Instituto de Higiene e Medicina Tropical, da Universidade Nova de Lisboa, a conferência sobre “Literacia em Saúde e Acesso aos cuidados de Saúde nos Homens – Desafios e Oportunidades em Saúde Global”.

Esta surgiu no âmbito de um projeto de investigação entre o Instituto de Higiene e Medicina Tropical, o Instituto de Saúde e Desenvolvimento Global da Universidade Queen Margaret e o Instituto Moçambicano de Educação e Pesquisa em Saúde.

Este projeto pretende avaliar a literacia em saúde e o comportamento de procura de cuidados de saúde por parte dos homens moçambicanos com infeção por HIV e que têm também uma doença cardiovascular.

O intuito era refletir sobre a importância de compreender e utilizar de forma adequada a informação sobre e em saúde.

Segundo a investigadora Inês Fronteira, professora da Unidade de Saúde Internacional e Bioestatística, esta conferência pretendia “dar a conhecer o projeto à comunidade do IHMT e, segundo, reunir alguns peritos que nos ajudem a refletir sobre assuntos como: o que é a literacia em saúde, se a literacia em saúde faz sentido, se tem componentes diferentes em países de média e baixa renda e, mais especificamente, em países subsaarianos, e nos homens em particular”, explicou a investigadora.

“Ter informação não significa necessariamente que as pessoas sejam mais conhecedoras. É importante que saibam utilizar esse conhecimento em seu benefício”, explicou em nota divulgada.

Envie este conteúdo a outra pessoa