Cigarros eletrónicos são cancerígenos mas menos prejudiciais à saúde 0 109

Cigarros eletrónicos são cancerígenos mas menos prejudiciais à saúde

 


06 de fevereiro de 2018

Dois estudos que pretendiam avaliar os efeitos dos cigarros eletrónicos concluíram que estes contribuem para o aparecimento de cancro dos pulmões e da bexiga e que as versões com sabores são tóxicas para o sistema imunitário.

A primeira investigação realizada com modelos animais, e publicada na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”, concluiu que os ratinhos expostos aos vapores dos cigarros eletrónicos tinham níveis elevados de danos no ADN dos pulmões, do coração e da bexiga. Apesar disso, os investigadores reforçam que o vapor dos cigarros eletrónicos é menos carcinogénico do que o tabaco convencional.

Já o estudo publicado na “Frontiers in Physiology” indica que os cigarros eletrónicos com sabores podem causar uma inflamação nos monócitos, glóbulos brancos, sendo a canela e a baunilha os sabores mais tóxicos, avançou o “Público”.

Desde o início do ano que em Portugal, tal como já acontecia com os cigarros tradicionais, é proibido fumar em espaços fechados usando cigarros eletrónicos.

Envie este conteúdo a outra pessoa