Cientistas chineses desenvolvem possível inibidor do vírus Zika 0 83

Cientistas chineses desenvolvem possível inibidor do vírus Zika

 


25 de julho de 2017

Uma equipa de investigadores chineses desenvolveu um possível inibidor do vírus Zika baseado em moléculas, que poderá ajudar a combater a propagação do vírus entre seres humanos.

Segundo o jornal Shanghai Daily, a equipa é constituída por cientistas da Universidade de Fudan e do Instituto de Microbiologia e Epidemiologia de Pequim. Os resultados do estudo foram publicados na terça-feira na página online Nature Communications.

A equipa desenvolveu um péptido sintético derivado da proteína de envelope do Zika, designada Z2, que pode inibir a infeção com o vírus.

O estudo mostra que o Z2 pode interagir com a proteína de superfície do Zika e perturbar a integridade da membrana viral.

O tratamento demonstrou ser eficaz em ratos e os cientistas esperam desenvolver um tratamento antiviral para seres humanos, explica a “Lusa”.

Não existe atualmente um tratamento específico pelo que os esforços estão focados no desenvolvimento de fármacos antivirais e vacinas para o tratamento e prevenção desta epidemia.

Envie este conteúdo a outra pessoa