Cerca de 750 mil raparigas vacinaram-se contra o vírus do HPV nos últimos dez anos 0 139

Cerca de 750 mil jovens raparigas vacinaram-se contra o vírus do HPV em Portugal nos últimos dez anos, o que corresponde a 86% da população elegível para a vacina, tornando o país num «exemplo internacional», avança a agência “Lusa”.

Os dados foram divulgados pela Direção-Geral da Saúde na cerimónia que assinala hoje em Lisboa o 10.º aniversário de vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV), vírus que pode provocar cancro do colo do útero.

A vacina contra o HPV, como vacina incluída no Programa Nacional de Vacinação, arrancou em outubro de 2008.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, destacou hoje os elevados níveis de vacinação atingidos, que «colocam Portugal na vanguarda mundial de prevenção primária do HPV».

A secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, frisou que este indicador «está muito acima» da meta traçada pela própria Organização Mundial da Saúde (OMS).

Cerca de 90% dos cancros do colo do útero podem ser prevenidos pela vacinação, mas a doença é ainda uma das principais causas de morte entre jovens mulheres, sendo o segundo tipo de cancro mais comum em mulheres entre os 15 e os 44 anos.

Envie este conteúdo a outra pessoa