Cartão Farmacêutico Aspirina® GR, para a prevenção cardiovascular 1043

“O coração quer o que o coração quer…”

Chegou o Cartão Farmacêutico Aspirina® GR, um novo formato de acesso a informação sempre atualizada e relevante para responder às necessidades dos farmacêuticos na prevenção cardiovascular.

O cartão virtual que oferece conteúdos atualizados e exclusivos, ferramentas e recursos práticos que o ajudam a interagir com os clientes e os colegas da sua farmácia.

Receba notificações sempre que existam novas atualizações científicas:

  • Notificações em tempo real
  • Conteúdos multimédia
  • Conteúdo científico
  • Participação de especialidades

Com o Cartão Farmacêutico Aspirina® GR, pode fazer parte da tradição da Bayer e da Aspirina® GR, proporcionando mais qualidade de vida aos doentes cardiovasculares que contam consigo todos os dias.

Descarregue já – a sua wallet mais recheada do que nunca, através do link: https://www.cartaoaspirina.pt/

Nome: Aspirina GR. Composição: 100 mg de ácido acetilsalicílico. Forma Farmacêutica: comprimidos gastrorresistentes. Indicações: Inibição da agregação plaquetária: na angina de peito instável, no enfarte do miocárdio agudo, na profilaxia do reenfarte, após cirurgia vascular ou intervenções cirúrgicas (p.ex. PTCA, CAGB), na prevenção de acidentes isquémicos transitórios (AIT) e trombose cerebral após manifestação de estádios precursores, na prevenção de tromboses dos vasos sanguíneos coronários em doentes com factores de risco múltiplos, na prevenção de trombose venosa e embolia pulmonar e na profilaxia prolongada da enxaqueca. Posologia: na angina de peito instável, na profilaxia do reenfarte, após cirurgia vascular ou intervenções cirúrgicas – 100-300 mg/dia, no enfarte do miocárdio agudo – 100-160 mg/dia, na prevenção de acidentes isquémicos transitórios e trombose cerebral após manifestação dos estádios precursores – 30 – 300 mg/dia, para a prevenção de trombose dos vasos coronários em doentes com factores de risco múltiplos -100-200 mg/dia ou de 300 mg em dias alternados, para a prevenção de trombose venosa e embolia pulmonar – 100-200 mg e para profilaxia da enxaqueca -100-200 mg/dia ou de 300 mg em dias alternados. Modo de administração: os comprimidos são ingeridos com líquido, de preferência após ingestão de alimentos. Contraindicações: hipersensibilidade conhecida à substância ativa ácido acetilsalicílico, a outros salicilatos ou a qualquer um dos excipientes, história de asma induzida por salicilatos ou anti-inflamatórios não esteroides, úlceras gastrointestinais agudas, diátese hemorrágica, insuficiência renal, hepáticas e cardíaca graves e terceiro trimestre da gravidez. Precauções especiais: Hipersensibilidade a analgésicos/anti-inflamatórios/antirreumatismais ou a outras substâncias alergénicas; história de úlceras gastrointestinais incluindo doença ulcerosa crónica ou recorrente ou história de hemorragias gastrointestinais; administração concomitante de anticoagulantes, em doentes que tem deficiência grave em glucose-6-fosfato dehidrogenase (G6PD), não deve ser utilizada em crianças e adolescentes nas infeções virais, com ou sem febre, sem consultar previamente um médico. Em certas doenças virais, especialmente em síndromes gripais e varicela, há um risco de ocorrência de síndrome de Reye, uma doença muito rara mas que coloca a vida em risco, necessitando de intervenção médica imediata. Efeitos indesejáveis: náuseas, dispepsia, vómitos, hematemeses, flatulência, dor abdominal, diarreia, obstipação, melenas, estomatite aftosa, exacerbação de colite ou doença de Crohn, casos raros de erupções cutâneas, alterações da função hepática (aumento das transaminases) e da função renal, hipoglicemia, tonturas e zumbidos, foram notificados casos de hemólise e anemia hemolítica em doentes com formas graves de deficiência em glucose-6-fosfato dehidrogenase. Foram notificados casos de insuficiência renal e falha renal aguda. Titular da AIM: Bayer Portugal, Lda. Registo nº 3045580.. Data da revisão do texto: 01/2020. Para mais informações deverá contactar o titular da autorização de introdução no mercado. Medicamento sujeito a receita médica. Não comparticipado.

 

Envie este conteúdo a outra pessoa