Cancro já pesa 30% na despesa total com medicamentos 0 293

Segundo um relatório da monitorização mensal dos encargos com medicamentos em meio hospitalar da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) a despesa dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) com medicamentos oncológicos não pára de crescer e já representa 30% da fatura total com fármacos.

Entre janeiro e julho, gastaram-se mais 32 milhões de euros com medicamentos para o cancro do que no mesmo período do ano passado, num total de 232 milhões de euros.

De acordo com os dados do Infarmed, no ano passado a despesa do SNS com medicamentos ascendeu a 1202 milhões de euros (mais 6% que no ano anterior), tendo a área oncológica pesado 28,3% (342 milhões de euros) e o VIH 16,5%.

Recorde-se que na semana passada, o colégio de oncologiada Ordem dos Médicos acusou o Infarmed de estar a dificultar o acesso a fármacos oncológicos inovadores em fases mais precoces de alguns cancros.

O Infarmed respondeu que entre 2016 e 2018 foram aprovadas 40 novos fármacos para o cancro e só este ano já foram aprovados 15 novos medicamentos. No caso dos medicamentos oncológicos, este ano já foram feitos mais de 1.100 pedidos de autorização de utilização excecional, 859 dos quais foram aprovados.

Consulte aqui a nossa noticia sobre o assunto.

Envie este conteúdo a outra pessoa