Biocodex atribui Bolsa a investigadores da NOVA Medical School 285

A Biocodex Microbiota Foundation atribuiu a Bolsa Nacional para Projetos de Investigação a um projeto de investigação que tem como objetivo a identificação de perfis específicos de microbiota e metabolitos que possam prever melhores terapêuticas para os doentes com Espondilartrite (SpA) e a Artrite Reumatoide (AR).

O projeto é de dois investigadores da NOVA Medical School – Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, a Professora Doutora Ana Faria e o Professor Doutor Fernando Pimentel-Santos, que vão receber 25 mil euros para desenvolverem o projeto.

Este estudo permitirá contribuir para um melhor entendimento de alguns mecanismos fisiopatológicos relacionados com o início da doença e verificar se existe um perfil de microbiota que possa estar associado à resposta terapêutica.

“O que poderemos perspetivar é uma otimização da prescrição da terapêutica permitindo selecionar a melhor opção para o doente em termos individuais. Evita-se perder tempo e expor os doentes a efeitos secundários de terapêuticas inúteis. Em termos societários teremos uma melhor utilização de recursos”, indicam os vencedores da Bolsa de Investigação, no comunicado divulgado.

A Bolsa Nacional para Projetos de Investigação 2019/2020 distinguiu o melhor projeto de investigação em Microbiota Humana na Saúde e na Doença. Teve 32 candidaturas que foram avaliadas por um júri independente constituído pelos membros do Comité Científico da Biocodex Microbiota Foundation (BMF) em Portugal.

Envie este conteúdo a outra pessoa