Bayer recebe Prémio de Boas Práticas INFARMED na categoria de Indústria Farmacêutica Nacional 0 229

A Bayer recebeu, na semana passada, o Prémio de Boas Práticas INFARMED na categoria de Indústria Farmacêutica Nacional, no âmbito da parceria que mantém com o Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (iBET).

A Bayer tem um Laboratório Satélite em Portugal com já dez anos de existência, resultado da parceria estabelecida com o IBET, que está dedicado a quatro áreas de Investigação distintas. O investimento anual da Bayer nesta colaboração com o iBET supera os 2 milhões de euros, como comunicado pela própria farmacêutica.

«Temos muito orgulho no caminho percorrido pela Bayer Portugal nestes últimos dez anos, em que o foco da parceria com o iBET foi a investigação para o desenvolvimento de novas moléculas. Reforçar a nossa capacidade de inovação permite-nos impulsionar e desenvolver projetos de investigação para enfrentar os desafios do nosso tempo», afirma Nathalie Cardinal von Widdern, Diretora Geral da Bayer Portugal. «Esta é uma experiência pioneira da Bayer e que temos muito orgulho que decorra em Portugal», acrescenta.

Um dos focos da colaboração entre a Bayer e o iBET é a pesquisa e produção de anticorpos terapêuticos com origem na bibliotecas de anticorpos apresentados em fagos (“Phage Display”) contra alvos fornecidos pela Bayer. O projeto englobava quatro investigadores portugueses e reportava inicialmente à Bayer na Alemanha, como parte integrante da Equipa de Descoberta Pré-Clinica.

Em Novembro de 2012 a colaboração expandiu-se para a área de produção de proteínas e anticorpos, com a criação da Plataforma de Produção de Proteínas Recombinantes. Em 2017, houve um reforço nas duas áreas existentes e um acrescento de duas novas áreas: Desenvolvimento de bioensaios e Microfluídica, o que levou ao aumento da equipa, integrando 13 cientistas, o que reflete o sucesso desta aliança.

Desde Janeiro de 2015, o laboratório satélite Bayer no iBET passou a reportar diretamente à Bayer Portugal, sob a liderança da Professora Doutora Ana Barbas e em estreita colaboração com a equipa de Biologics Research da Bayer Pharma na Alemanha.

Envie este conteúdo a outra pessoa