Bayer amplia programa de desenvolvimento clínico para finerenona 599

Bayer amplia programa de desenvolvimento clínico para finerenona

08 de Setembro de 2014

A Bayer HealthCare anunciou a expansão do programa de desenvolvimento clínico para o novo antagonista dos recetores mineralocorticoides, oral, não esteróide (ARM) finerenona (BAY 94-8862) com três estudos de Fase III. 

 

Os estudos irão investigar a eficácia e a segurança da finerenona em doentes com insuficiência cardíaca crónica (ICC) e doentes com nefropatia diabética (ND). Os primeiros doentes deverão ser incluídos até ao final do ano.

 

Apesar dos avanços recentes, a insuficiência cardíaca crónica é ainda uma doença mortal com taxas de sobrevivência aos 5 anos, semelhantes às dos doentes com cancro avançado. 

 

A doença renal diabética é uma complicação comum da diabetes e constitui a causa mais frequente de doença renal terminal (DRT) nos países ocidentais. A diabetes é responsável por mais de 40% dos novos casos de insuficiência renal terminal.

 

«Os dados que temos analisado até agora para a finerenona, através do programa de desenvolvimento clínico, dão-nos confiança para dar seguimento ao programa de Fase III em duas importantes indicações que constituem necessidades médicas não atendidas», disse, em comuniado, Joerg Möller, membro do Comité Executivo da Bayer HealthCare e chefe de Desenvolvimento Global. 

 

«Estamos muito animados com o facto da finerenona ser o primeiro antagonista dos recetores mineralocorticoides que está a ser desenvolvido em paralelo na insuficiência cardíaca crónica e na nefropatia diabética. Iremos investigar se a finerenona pode reduzir a morbidade e mortalidade cardiovascular, bem como a progressão da doença renal nestes doentes, com um perfil de segurança bem tolerado».

 

O início do estudo de Fase III, FINESSE-HF, na insuficiência cardíaca crónica baseia-se em dados promissores do estudo exploratório ARTS-HF, Fase IIb, apresentado em Londres, numa sessão no âmbito do Congresso de 2015 da Sociedade Europeia de Cardiologia (ESC). 

Envie este conteúdo a outra pessoa