Autoridades chinesas detêm ex-executivo da Sinopharm em investigação sobre alegada corrupção 223

Autoridades chinesas detêm ex-executivo da Sinopharm em investigação sobre alegada corrupção

15-Jan-2014

A Sinopharm divulgou que o ex-vice-presidente da empresa, Shi Jinming, foi detido pelas autoridades em Xangai no âmbito de uma investigação que está a decorrer no país sobre alegada corrupção.

A companhia revelou ainda que Xu Yizhong, um antigo diretor-geral de uma subsidiária detida na totalidade pela empresa, também está sob investigação, apontou o “Firstword”. Segundo a Sinopharm, Shi Jinming, que renunciou ao cargo no dia 7 de janeiro devido a motivos pessoais, foi detido no dia 10.

Um artigo publicado pela imprensa chinesa sugere que dois ex-executivos são acusados de apropriação indevida de fundos da companhia e de criar contas pessoais ilegais. A companhia indicou que este caso não vai ter impacto material nas suas operações e criou um comité especial para analisar e rever o seu sistema de controlo interno.

«O movimento ilegal de fundos é bastante comum entre as companhias estatais, que não monitorizam os executivos séniores», comentou Johnson Sun, analista da Guotai Junan Securities, acrescentando que é bom que este tipo de situações sejam expostas para benefício dos acionistas».

Envie este conteúdo a outra pessoa