ARSLVT confirma rutura de vacinas contra a gripe 567

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) admitiu hoje que houve uma rutura de ‘stock’ da primeira tranche de vacinas contra a gripe, tendo a mesma “esgotado a nível nacional”, quando questionada pela Lusa na sequência de uma pergunta entregue pelo PSD na Assembleia da República sobre a falta de vacinas em lares de idosos de concelhos do distrito de Santarém

Segundo a mesma fonte, “o Serviço Nacional de Saúde [SNS] procedeu à aquisição de uma segunda tranche de vacinas, entretanto já recebidas”, tendo a região da Lezíria do Tejo já sido abastecida e a região do Médio Tejo começado a receber.

A ARSLVT deu ainda conta de que “mais vacinas vão ser entregues” hoje na região do Médio Tejo, “sendo distribuídas conforme solicitação e especialmente direcionadas para os lares de idosos, onde as mesmas estavam em falta”.

“Neste momento não há rutura nem falta de vacinas na área de abrangência da ARSLVT”, assegurou à Lusa.

Envie este conteúdo a outra pessoa