APIFARMA quer que imposto sobre o tabaco financie inovação na saúde 0 189

APIFARMA quer que imposto sobre o tabaco financie inovação na saúde

16 de Novembro de 2016

A APIFARMA quer que 10% da receita obtida com o imposto sobre o tabaco seja utilizada para financiar a inovação no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Esta proposta já foi apresentada na semana passada aos grupos com assento parlamentar e na Comissão da Saúde da Assembleia da República, e na segunda-feira ao Conselho Estratégico da Saúde, o órgão consultivo da CIP (Confederação Empresarial de Portugal) que reúne as principais federações e associações do setor.

O que a APIFARMA sugere é a canalização de 10% das receitas do imposto sobre o tabaco para um fundo para a inovação terapêutica no SNS, que funcionaria como uma «almofada financeira para a introdução de medicamentos inovadores», explicou ao “Público” o deputado do Bloco de Esquerda e vice-presidente da Comissão Parlamentar da Saúde, Moisés Ferreira.

O objetivo da proposta é reforçar a dotação do SNS que, este ano, «teve um orçamento inferior ao do ano anterior», destacou o vice-presidente da bancada do PSD e também membro da Comissão da Saúde, Miguel Santos.

Envie este conteúdo a outra pessoa