APIFARMA quer contribuir para a coesão nacional 0 212

A APIFARMA – Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica assinalou o seu 80º aniversário com a realização de um jantar comemorativo e com a entrega dos “Prémio Cidadania em Saúde”, no Pátio da Galé, em Lisboa.

As associações de doentes Alzheimer Portugal, Novamente, APELA (Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica) e SPEM (Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla) foram as distinguidas com o “Prémio Cidadania em Saúde” nas categorias “Prevenção, Diagnóstico e Literacia em Saúde”; “Contributo para a Sociedade”; “Inovação”; e “Empreendedorismo”.

Após a entrega dos prémios, João Almeida Lopes agradeceu aos vencedores do prémio e também “aos que fazem da luta diária contra a doença a mais importante causa de vida, que é também a causa de vida da indústria farmacêutica”.

O presidente da APIFARMA referiu que “num tempo em que as políticas e os serviços se centram no cidadão e no bem comum, em que as pessoas também são responsáveis pela sua própria saúde, teremos que estar sempre ao lado das organizações de doentes”.

“Esta é a expressão mais adequada a este dia de festa”, acrescentou. “Esta nossa responsabilidade é, na verdade, uma obrigação ética e até cívica de envolvimento. Queremos, dentro do possível, contribuir para o fortalecimento da coesão social de Portugal”.

Envie este conteúdo a outra pessoa