Açores alargam incentivos para captar médicos em todas as especialidades em falta nas ilhas 0 44

Açores alargam incentivos para captar médicos em todas as especialidades em falta nas ilhas

03-Fev-2014

Os Açores criaram novos incentivos para captar médicos para a região que passam a abranger clínicos de todas as especialidades em falta nas ilhas e preveem valores de 1.500 euros mensais no primeiro ano.

O Conselho de Governo dos Açores aprovou um diploma que estabelece os incentivos a atribuir a médicos que queiram trabalhar no arquipélago, um documento que «deverá ser publicado ao longo dos próximos dias», segundo um comunicado da Secretaria Regional da Saúde divulgado na sexta-feira.

O diploma prevê o pagamento de 1.500 euros mensais de incentivos a cada médico durante o primeiro ano que passar nos Açores, 750 euros por mês no segundo ano e 500 euros no terceiro, revela o mesmo comunicado.

«O diploma obriga unicamente que permaneçam em serviço na região por um período de cinco anos», lê-se na mesma nota. Assim, «não há qualqer limitação» ao exercício da atividade destes médicos, «podendo, fora do seu horário normal, exercer medicina privada se o entenderem».

Por outro lado, os novos incentivos são destinados não só a médicos de medicina geral e familiar, como acontecia até agora, mas também a especialidades «que sejam consideradas carenciadas» pelos três hospitais dos Açores, explica o secretário regional da Saúde, Luís Cabral, citado no comunicado.

«Com vista a salvaguardar o impacto da mudança, é também comparticipado o transporte dos familiares, de carga marítima e das viaturas próprias», refere ainda a nota citada pela “Lusa”.

Segundo Luís Cabral, «já há médicos interessados em trabalhar na região ao abrigo dos incentivos recentemente criados», revelando que «já deram entrada propostas de médicos de medicina geral e familiar que pretendem vir trabalhar nos Açores».

O Governo dos Açores tem reconhecido a dificuldade que há em captar médicos para o arquipélago, pretendendo com estes incentivos minorar esse problema.

Envie este conteúdo a outra pessoa