22º Congresso do Núcleo de Estudos da Doença Vascular Cerebral 168

O Núcleo de Estudos da Doença Vascular Cerebral (NEDVC) da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) vai realizar o seu 22º Congresso nos dias 25, 26 e 27 de novembro, no Hotel Crowne Plaza, no Porto e em formato presencial.

Com a apresentação de Comunicações Científicas (com Sessão de Posters), reservada para o primeiro dia, a conferência “Guidelines no tratamento do AVC – O que há de novo” marca o arranque de um conjunto de conferências, simpósios e discussões científicas que vão realizar-se, durante dois dias, com vista a refletir sobre prevenção, avaliação e tratamento da doença vascular cerebral.

Destaque para a palestra “Cuidados pré-hospitalares – Onde tudo começa”, que vai trazer um olhar sobre estratégias de orientação do doente com AVC agudo e também a importância da Unidade móvel de AVC na realidade nacional e “Complicações tardias do AVC – Prioridade à Reabilitação” vai, por sua vez, esboçar uma leitura no que respeita a alterações cognitivas pós-AVC e complicações tardias do AVC.

Na sessão Prós-Contras serão discutidos dois temas fulcrais: a terapêutica endovascular na trombose da basilar e a estratégia antitrombótica na disseção arterial.

O segundo dia termina com a mesa-redonda sobre “Particularidades no Tratamento da Doença Vascular Cerebral” olhando a temáticas como o AVC na grávida, AVC na criança/jovem, AVC e infeção e AVC na doença renal crónica terminal.

No último dia de congresso, médicos especialistas na patologia vascular cerebral vão debruçar-se sobre os Fatores de Risco Vascular, abordando temáticas como “Tratamento da Diabetes. Objetivo: Controlo glicemia ou prevenção de eventos vasculares? e “Dislipidemia. Tratamento: Como, quem, valor alvo”.
Naquele que será um “Encontro com Especialista” discutir-se-á o papel dos cuidados paliativos no doente com AVC e as complicações da trombectomia mecânica no tratamento do AVC agudo.

Na Mesa Redonda, intitulada “Dúvidas na abordagem do doente com AVC”, os médicos internistas vão por sua vez falar sobre Encerramento do apêndice auricular; Hipocoagulação no FOP; Terapêutica na carótida web e Hipocoagulação no idoso.

O impacto da pandemia de Covid-19 será também analisado em “O que aprendemos com a Pandemia: O que mudou no tratamento do doente com AVC agudo e Risco AVC nos doentes com COVID 19. E com as vacinas?”.

Durante o Congresso serão ainda atribuídos os Prémios do NEDV constituídos por estágios em centros de referência Europeus, Oxford, Madrid e Barcelona, respetivamente. AVC e investigação clínica–estágio 3M Oxford, Reino Unido; AVC e investigação básica–estágio 3M Madrid, Espanha; Prémio Mérito Inovação e Dinamismo–estágio 3M em Barcelona, Espanha; Inscrições no Congresso e nos cursos disponíveis online: www.spmi.pt/nucleos/nedvc ou www.its-comunicacao.pt.

Envie este conteúdo a outra pessoa