Verão sem alergias: Guia prático para férias em família livres de alergias 107

O mês de Agosto representa para muitos portugueses a altura ideal para fazer férias em família ou com amigos, mas também acaba por ser o motor propulsor para as conhecidas alergias sazonais, que podem causar um grande desconforto e provocar a conhecida rinite alérgica. Para aproveitar o verão ao máximo e ter umas férias livres de alergias, conheça os cuidados que pode ter para avaliar os sintomas e limitar a exposição aos alérgenos sazonais.

As alergias de exterior, também designadas por alergias sazonais, surgem apenas em determinadas épocas do ano. Uma alergia é uma reação de hipersensibilidade do sistema imunitário desencadeada pela exposição a agentes – alérgenos – normalmente encontrados no exterior, como é o caso do pólen de flores ou árvores, relva, ácaros, insetos, entre outros.

Confira as seis dicas para umas férias agradáveis em família livres de alergias e preocupações:

1. Escolha os locais certos para passear: Alguns tipos de gramíneas produzem mais grãos de pólen como as plantas Phleum pratense, Sorghum halepense, Cynodon dactylon, Dactylis glomerata, Lolium perenne, Poa pratensis e Anthoxanthum odoratum. Da mesma forma, algumas árvores de folha caduca podem agravar as alergias como é o caso da bétula, carvalho, olmo, bordo, freixo, amieiro e avelã. Para prevenir reações alérgicas, evite passear em locais com um grande aglomerado deste tipo de plantas. Recomenda-se também que consulte o Boletim Polínico regularmente.
2. Deixe o ar circular: Em casa ou no carro é importante fazer o ar circular com a ajuda do ar condicionado, mantendo as janelas fechadas. Esta ação ajudará a evitar que o pólen que circula no ar entre na sua casa ou no seu veículo. Note que, nestes casos, para uma utilização eficaz do ar condicionado deverá trocar os filtros com regularidade.
3. Proteja o nariz e a boca: Se fizer caminhadas pela natureza onde há presença de pólen, como em jardins ou florestas, aconselha-se o uso de uma máscara social ou reutilizável. A máscara funcionará como barreira física entre o alérgeno e o local de entrada do mesmo no organismo.
4. Troque de roupa e lave bem as mãos e o rosto assim que chegar a casa: Durante os passeios e caminhadas ao ar livre, os grãos de pólen agarram-se à roupa, sapatos e cabelos. Assim, quando chegar a casa, recomenda-se que retire os sapatos, tome um duche e troque de roupa, de forma a remover possíveis alérgenos que podem causar reações alérgicas.
5. Não esquecer a roupa de cama: Se vai fazer um retiro para uma casa de férias é importante lembrar-se da roupa de cama. Podemos tirar férias da rotina diária, mas é importante manter os cuidados necessários para evitar as alergias. Neste sentido, é recomendado lavar bem os lençóis e pijamas em água quente (pelo menos 60ºC) para eliminar os ácaros e pólenes acumulados.
6. Ter sempre à mão o seu anti-histamínico: As alergias podem surgir subitamente e, por isso, mesmo com todos os cuidados, é importante levar sempre consigo um anti-histamínico sem efeito sedativo. Desta forma, se os sintomas de alergia se manifestarem fortemente, pode tomar e continuar a aproveitar os momentos de lazer junto da sua família e amigos.

Os sintomas mais comuns das alergias de exterior são corrimento e congestão nasal, olhos lacrimejantes e com comichão, espirros e prurido (comichão). Caso tenha dúvidas sobre a origem dos seus sintomas alérgicos, consulte um alergologista e faça uma análise às suas alergias, como um teste de sensibilidade cutânea.

Para mais informações consulte: https://www.claritine.pt/viver-com-alergias.

WordPress Ads

Envie este conteúdo a outra pessoa