Sanofi: CHMP da EMA recomenda aprovação de tratamento para diabetes 255

Sanofi: CHMP da EMA recomenda aprovação de tratamento para diabetes

04 de Março de 2015

A Sanofi anunciou que o Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) emitiu um parecer positivo recomendando a aprovação do Toujeo (insulina glargina) para o tratamento de adultos com diabetes tipo 1 e 2. A decisão surge dias depois da insulina basal de próxima geração, que sucede o medicamento Lantus (insulina glargina), ter sido autorizada pela Food and Drug Administration (FDA).

De acordo com o “FirstWord”, a farmacêutica realçou que a decisão do CHMP baseou-se nos resultados do programa clínico EDITION, que avaliou o Toujeo comparando-o ao Lantus, em mais 3.500 adultos com diabetes tipo 1 e 2 não controlados durante a toma da terapêutica.

A Sanofi disse que os resultados mostraram que o Toujeo permitiu um «controlo de açúcar no sangue eficaz, com um perfil de segurança favorável», e «baixou significativamente» o risco de hipoglicemia em pessoas com diabetes tipo, em comparação com o Lantus.

Na sua avaliação, o CHMP reforçou que «em pacientes com diabetes tipo 2, a incidência de hipoglicemia confirmada foi menor com Toujeo, em particular à noite, em comparação com o Lantus».
De acordo com a Sanofi, uma vez aprovado na Europa, o Toujeo estará disponível no Toujeo SoloSTAR, uma caneta previamente abastecida, descartável, que contém 450 unidades de insulina. Espera-se que a Sanofi defina o preço de Toujeo em paridade com o Lantus, embora a empresa tenha afirmado que «os preços não serão uma barreira para o acesso ao novo produto. O Lantus gerou vendas de 7,1 mil milhões de dólares, em 2014.

Envie este conteúdo a outra pessoa