ONU: Fundo Global contra a Sida, Tuberculose e Malária salva 27 milhões de vidas 0 158

ONU: Fundo Global contra a sida, tuberculose e malária salva 27 milhões de vidas

 

 

13 de setembro de 2018

A ação do Fundo Global de Combate à Sida, Tuberculose e Malária permitiu salvar 27 milhões de vidas, refere esta agência das Nações Unidas num relatório apresentado em Paris.

De acordo com os resultados do relatório de 2018 do fundo, 17,5 milhões de pessoas receberam terapia antirretroviral contra os vírus da sida e 5 milhões foram tratados contra a tuberculose.

O mesmo documento indica que 197 milhões de pessoas receberam medicamentos de prevenção contra o mosquito vetor da malária.

«O progresso foi alcançado com o apoio de vários países e parceiros, incluindo da França, o fundador e segundo maior doador do Fundo Global», afirma a entidade à agência “Lusa”. 

Os números deste relatório demonstram que «juntos, é possível pôr um fim a estas epidemias», mas para se alcançar este objetivo, é preciso «aumentar o investimento, acelerar a inovação, reforçar as parcerias e haver mais foco no impacto» destas doenças, disse Peter Sands, diretor executivo do Fundo.

Conseguida a redução do pico epidémico da Sida, as taxas globais de infeção por VIH baixaram mais lentamente, mas mantêm-se extremamente elevadas em alguns grupos populacionais em determinados países.

A Tuberculose é agora a principal causa de morte por doença infeciosa, com 1,7 milhões de mortes por ano.

Quanto à malária, o número de casos está em crescimento devido ao aumento da resistência a medicamentos para tratar a doença, refere o Fundo.

Envie este conteúdo a outra pessoa