Maiores de 50 anos vão começar ser vacinados com a terceira dose no Reino Unido 66

De acordo com o ministro da Saúde, Sajid Javid, o Reino Unido vai começar a vacinar dos maiores de 50 anos, a partir da próxima semana, com uma terceira dose das vacinas contra a covid-19.

Segundo a Lusa, a medida foi anunciada no parlamento britânico após um parecer positivo por parte de especialistas da área epidemiológica.

Apesar dos pedidos feitos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para serem adiadas as doses de reforço até que todos os países tenham, pelo menos, 40% da população vacinada, o Reino Unido decidiu avançar com a medida já para a próxima semana.

O Comité Conjunto de Vacinação e Imunização (JCVI) argumentou que o reforço da imunização é determinante para garantir que as pessoas vulneráveis estejam protegidas contra o novo coronavírus. Na base da sua posição, estão os estudos que alegadamente demostraram que a imunidade oferecida pelas vacinas enfraquece ao longo do tempo.

O organismo que aconselha o governo sobre a campanha de vacinação recomenda que, preferivelmente, seja usada a vacina Pfizer ou, em alternativa, metade de uma dose da vacina Moderna.

Segundo o subdiretor geral de Saúde de Inglaterra, Jonathan Van-Tam, as autoridades estimam que as vacinas evitaram até agora cerca de 24 milhões de casos positivos de covid-19 e 112.000 óbitos no país.

“As estatísticas mais recentes do ONS [Instituto de Estatísticas britânico] mostram que quase 99% das mortes de covid-19 no primeiro semestre deste ano foram de pessoas que não receberam as duas doses da vacina Covid-19. Isso mostra a importância do nosso programa de vacinação”, referiu o ministro da Saúde, Sajid Javid, citado pela Lusa.

Nos próximos dias, espera-se que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, apresente o plano do Governo para combater a pandemia nos meses do outono e inverno.  

Envie este conteúdo a outra pessoa