Madeira gastou 9,8 ME em medicamentos nos primeiros 4 meses 0 124

 

 

21 de junho de 2017

O Serviço Regional de Saúde da Madeira (SESARAM) gastou mais de 9,8 milhões de euros nos primeiros quatro meses deste ano na região em medicamentos, 25% dos quais para tratamentos oncológicos, informou ontem esta instituição.

Este é um dos principais indicadores de produção que constam do novo ontem lançado pelo SESARAM, os quais transmitem a atividade assistencial nas áreas da promoção e acesso à saúde e recursos.

«Esta informação surge num novo formato e com uma nova imagem, mais acessível e de fácil leitura, indo de encontro a uma política de comunicação mais transparente, assertiva e próxima da população», pode ler-se na nota divulgada pelo SESARAM.

O valor dos medicamentos consta do quadro evolução do consumo entre 2015 e 2017, integrando a lista os «40 medicamentos mais consumidos no SESARAM, os quais representam 2% do total de medicamentos utilizados na instituição e 50% dos custos globais nesta área», citou a “Lusa”.

O mesmo endereço informa que o SESARAM tem um quadro de pessoal composto por 4.776 profissionais, sendo 75% sexo feminino (75%) e que 51% tem uma habilitação ao nível da licenciatura.

Outro elemento que é possível analisar está relacionado com as atividade de promoção da saúde, no que diz respeito a ações de educação, rastreios, vacinação e prevenção de quedas.

Apresenta igualmente os principais indicadores de produção relacionados com aos cuidados de saúde primários e cuidados de saúde hospitalares, os níveis de acesso dos utentes aos vários níveis de cuidados de saúde.

Envie este conteúdo a outra pessoa