Ingestão de bebidas açucaradas cai com implementação de nova taxa 0 146

Ingestão de bebidas açucaradas cai com implementação de nova taxa

 

06 de junho de 2017

Desde a entrada em vigor da taxa sobre as bebidas açucaradas, verificou-se uma queda do seu consumo. No caso das bebidas com mais de 80 gramas de açúcar adicionados por cada litro, entre fevereiro e abril, a quebra foi de 72%, com uma média de consumo mensal superior a 29 milhões de litros, em fevereiro, a diminuir para pouco mais de oito milhões, em abril.

Em relação às bebidas com até 80 gramas de açúcar por cada litro, a descida foi menos significativa, tendo o consumo mensal diminuído de 35 milhões de litros mensais para pouco mais de 32.

Estes dados, avançados pelo Ministério da Saúde, são preliminares e carecem de comparação com o período homólogo de 2016, avançou o jornal “Público”.

Desde o dia 1 de fevereiro que as bebidas açucaradas estão sujeitas a dois tipos de taxas: uma para os produtos com até 80 gramas de açúcar adicionados por cada litro de bebida (aumento de 15 cêntimos por garrafa) e outra para os produtos com mais de 80 gramas (subida de 30 cêntimos).

Envie este conteúdo a outra pessoa