Infarmed suspendeu a venda de 34 lotes de medicamentos Losartan e Hidroclorotiazida 756

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) suspendeu, esta quinta-feira, a comercialização de 34 lotes de medicamentos Losartan e Hidroclorotiazida, devido à deteção de uma impureza acima do limite aceitável na substância ativa.

Em comunicado, o Infarmed informou que as empresas Ratiopharm e Teva Pharma vão retirar voluntariamente os lotes dos respetivos fármacos, dadas as irregularidades detetadas.

Os lotes retirados temporariamente do mercado foram os seguintes:

O conselho direto da entidade regulador do medicamento recomenda que os doentes substituam, logo que possível, os fármacos em questão por outros alternativos, desde que tenham sido recomendados pelos médicos.

Para consultar a nota informativa do Infarmed, clique aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa