Infarmed desmente associações de doentes com esclerose múltipla 0 1016

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) veio garantir que todos os medicamentos autorizados na Europa para esclerose múltipla estão disponíveis em Portugal, avançando que o único fármaco que está em avaliação para financiamento no SNS tem sido dado aos doentes através de autorizações excecionais.

Esta tomada de posição veio a propósito da carta aberta divulgada pelas associações representativas das pessoas com esclerose múltipla, que se refere à falta de medicamentos, assim como à falta de acesso aos medicamentos inovadores.

“Nesta área da esclerose múltipla, todos os medicamentos que estão autorizados a nível europeu estão atualmente disponíveis em Portugal. Não há nenhum que não esteja disponível”, garante Rui Ivo, presidente do Infarmed.

Rui Ivo refere ainda que o único medicamento que está atualmente em avaliação para financiamento no Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem sido facultado aos doentes através de autorizações de uso excecional, acrescentando que em cerca de ano e meio foram dadas perto de uma centena de autorizações especiais.

“Temos medicamentos aprovados no ano passado e temos atualmente um medicamento da empresa Roche, que está em avaliação, mas também está a ser dado aos doentes através do mecanismo de acesso especial”, afirmou.

Quanto à avaliação desse medicamento, o presidente do Infarmed indica que “esta avaliação foi pedida janeiro de 2018, terminou em julho deste ano e, desde aí para cá, temos estado em negociação. Durante este período [de avaliação] foi pedido esclarecimento à empresa e isso demorou quase metade do tempo. Mas é um processo normal”.

Envie este conteúdo a outra pessoa