Hepatite C: Mais de 10 mil doentes curados com medicamentos inovadores desde 2015 0 24

 


27 de julho de 2018

Mais de 10 mil doentes portugueses com hepatite C ficaram curados com os medicamentos antivíricos de ação direta, nos últimos três anos, segundo um comunicado do INFARMED.

Desde a aprovação do primeiro medicamento da nova geração para a hepatite C, foram realizados mais de 20 mil tratamentos no Serviço Nacional de Saúde e, de acordo com os dados oficiais, «a percentagem de sucesso mantém-se elevada (96,6%), tendo ficado curados 10.664 doentes dos 11.041 que já tiveram resultados após o tratamento».

Existem atualmente oito medicamentos para tratar a hepatite C, sendo que os fármacos mais recentes permitem tratamentos de menor duração. No entanto, existem outros medicamentos em avaliação.

A decisão de tratar gratuitamente todos os doentes com hepatite C veio permitir que os tratamentos fossem iniciados em fases mais precoces da doença.

Em 2015 eram 57% os doentes em tratamento que estavam em estádios avançados da doença, com fibrose grave ou cirrose. Agora, em 2018, verifica-se uma inversão dos dados, sendo que mais de 54% dos doentes registados estão em estádios menos avançados da hepatite C e 45% encontram-se numa fase mais avançada da doença.

Assinala-se amanhã, 28 de julho, o Dia Mundial das hepatites.

Envie este conteúdo a outra pessoa