Estado comparticipa vacina Prevenar a famílias mais carenciadas 0 129

Estado comparticipa vacina Prevenar a famílias mais carenciadas

13 de Abril de 2015

O Estado vai comparticipar a vacina Prevenar, contra a pneumonia, meningite e septicémia, disponibilizando uma verba de seis milhões de euros até fim do ano para apoiar famílias mais necessitadas, segundo fonte oficial.

A vacina Prevenar está indicada para a imunização de bebés e crianças contra a doença invasiva causada pela bactéria streptococcus pneumoniae – que pode provocar meningite, pneumonia ou septicémia – e atualmente custa cerca de 180 euros às famílias e não tem comparticipação.

Segundo fonte oficial do Ministério da Saúde, citada pela “Lusa”, até ao fim deste ano está disponível uma verba de seis milhões de euros para comparticipação da Prevenar.

O modelo de comparticipação será anunciado até ao fim deste mês pelo Ministério e deverá contemplar famílias mais desfavorecidas.

A Direção-Geral da Saúde tem estado a estudar a comparticipação ou inclusão no Plano Nacional de Vacinação da Prevenar, que está disponível em Portugal desde 2001 mediante receita médica e com o pagamento integral pelas famílias.

Envie este conteúdo a outra pessoa