EMA revê segurança de antibióticos para infeções bacterianas graves 0 196

EMA revê segurança de antibióticos para infeções bacterianas graves

13 de fevereiro de 2017

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) iniciou a revisão de segurança dos antibióticos quinolonas e fluoroquinolonas, devido a um pedido da agência alemã perante reações adversas de longa duração.

O objetivo desta revisão é avaliar a duração de reações adversas graves que afetam os músculos, as articulações e o sistema nervoso.

Os efeitos adversos em causa já são conhecidos e constam no resumo das características (RCM) destes medicamentos. Contudo, adquirem uma importância especial quando os medicamentos são utilizados em infeções menos graves.

O Comité de Avaliação do Risco em Farmacovigilância (PRAC) da EMA irá avaliar todos os dados disponíveis. O objetivo desta revisão é determinar se há necessidade de introduzir medidas adicionais para minimização dos riscos ou de modificar o modo de utilização destes medicamentos. Até que esteja concluída esta avaliação, estes medicamentos devem continuar a ser utilizados de acordo com o respetivo RCM aprovado.

Portugal apresenta consumos elevados destes medicamentos, mas a sua utilização tem vindo a diminuir de forma relevante nos últimos anos, fruto de uma maior sensibilização dos profissionais de saúde e dos utentes, avançou o INFARMED, em comunicado.

Envie este conteúdo a outra pessoa