Covid-19: Moderna iniciou ensaios para dose de reforço da vacina contra a Ómicron 186

A Moderna anunciou que iniciou os ensaios clínicos para uma dose de reforço da vacina contra a covid-19, especificamente concebida contra a variante Ómicron.

Os ensaios incluem um total de 600 adultos: metade já recebeu duas doses da vacina da Moderna há pelo menos seis meses, e a outra metade recebeu essas duas doses iniciais, mas também a dose de reforço, há pelo menos três meses.

Esta dose de reforço contra a Ómicron será avaliada como uma terceira ou quarta dose da vacina contra a covid-19.

Relativamente à terceira dose da vacina, a Moderna anunciou que, seis meses após a dose de reforço, os níveis de anticorpos contra a Ómicron foram reduzidos em seis vezes, em relação ao pico observado 29 dias após a inoculação, e que os anticorpos permanecem detetáveis em todos os participantes.

Estes dados foram obtidos através da análise ao sangue de 20 pessoas que receberam a dose de reforço de 50 microgramas (metade das duas primeiras injeções).

Envie este conteúdo a outra pessoa