Cancro do pulmão está a matar mais mulheres portuguesas 0 169

Cancro do pulmão está a matar mais mulheres portuguesas

 


21 de setembro de 2017

O número de mulheres que morreram devido a cancro do pulmão aumentou em 2015. Segundo dados do Relatório do Programa Nacional para as Doenças Oncológicas, citados pelo “JN”, o tumor maligno da traqueia, brônquios e pulmão matou 980 mulheres, mais 130 do que no ano anterior.

Segundo os especialistas, este aumento de 15% era esperado porque «reflete as mudanças conhecidas no consumo do tabaco», lê-se no documento, onde se prevê que as mortes continuem a crescer.

Ouvido pelo jornal, o direor do programa nacional, Nuno Miranda, considerou este aumento como «muito significativo» e que reflete «a chamada democratização de género» do tabaco, uma vez que as mulheres começaram a fumar há menos tempo do que os homens. «O que é de esperar é que a mortalidade feminina vá aumentando. Porque, ainda por cima, as mulheres são mais sensíveis ao tabaco e têm cancro mais cedo», explicou.

Envie este conteúdo a outra pessoa