Bial: Medicamento para o Parkinson chega à China 295

Bial: Medicamento para o Parkinson chega à China

 


09 de janeiro de 2018

A Bial vai começar a comercializar, na China, o medicamento Ongentys (opicapona) utilizado no tratamento de Parkinson.

A empresa farmacêutica portuguesa assinou um acordo com a Wanbang Biopharmaceutical, subsidiária da Fosun Pharmaceutical, que prevê a importação, embalagem e comercialização exclusiva de Ongentys na China, excluindo Hong Kong, Macau e Taiwan.

O acordo estabelece que a Bial receba da Wanbang um pagamento inicial pela licença de 2,5 milhões de euros, acrescidos de 12,5 milhões, mediante o cumprimento de determinados objetivos ao longo da parceria.

O Ongentys é um fármaco de investigação Bial, de toma única diária, da nova geração de inibidores da COMT, aprovado em junho de 2016 pela Comissão Europeia e indicado como terapêutica adjuvante da levodopa em pacientes adultos com doença de Parkinson e flutuações motoras que não estão controlados com outras terapêuticas.

«A Bial está empenhada em dar resposta às necessidades dos doentes e profissionais de saúde em todo o mundo. Este acordo de licenciamento é um marco na estratégia de expansão da Bial, porque assinala a entrada dos nossos produtos num mercado tão importante como a China», afirma, em comunicado, António Portela, CEO da BIAL.

«Estamos bastante satisfeitos por estabelecer este acordo com a Bial, e por  lançar a opicapona na China», sublinha Yifang Wu, CEO e presidente da Fosun Pharma e chairman da Wanbang. «Ficámos impressionados com a eficácia, segurança e com o regime de toma única diária da opicapona. Esta parceria vem trazer uma opção terapêutica alternativa, que dá resposta a uma necessidade médica na China, e enriquece o nosso portefólio de produtos na área do Sistema Nervoso Central, uma das nossas áreas terapêuticas estratégicas. Estamos muito motivados e esperamos começar em breve a importar e comercializar a opicapona na China».

O Ongentys já é comercializado na Europa, em países como a Alemanha, Reino Unido e Espanha, perspetivando-se o seu lançamento em outros países europeus, incluindo Portugal, ao longo do corrente ano, anunciou a companhia em comunicado.

Envie este conteúdo a outra pessoa