Bayer anuncia novos resultados de medicamento para perda de visão 206

Bayer anuncia novos resultados de medicamento para perda de visão

22 de Setembro de 2015

A Bayer HealthCare anunciou que os resultados do Eylea (aflibercept solução injetável), no tratamento da perda de visão devido a edema macular diabético (DME), revelaram uma melhoria sustentada da melhor acuidade visual corrigida (MAVC) com Eylea 2 miligramas (mg), em comparação com fotocoagulação laser. 

 

Estes dados, que resultaram do ensaio clínico de fase 3 VIVID-DME, foram apresentados durante o 15º Congresso EURETINA, que decorreu entre 17 e 20 de setembro de 2015, em Nice, França.

 

«Permitir que as pessoas cuja capacidade visual foi afectada pela diabetes, recuperem e mantenham a sua visão ao longo do tempo é fundamental, uma vez que lhes permite manter as atividades do dia-a-dia, como conduzir e trabalhar», referiu Jean-Francois Korobelnik, investigador principal do ensaio clínico VIVID-DME e responsável pelo serviço de Oftalmologia do Centro Hospitalar e Universitário de Bordeaux. 

 

«Os resultados são encorajadores, assentes em dados que demostram que os ganhos de visão obtidos pelos doentes no primeiro ano foram mantidos ao longo dos três anos de seguimento. Estes resultados positivos a longo prazo são muito importantes nesta população de doentes relativamente jovem, que ainda se encontra em idade activa e terá que viver décadas com esta doença crónica», acrescentou em comunicado.

 

O ensaio VIVID-DME está agora concluído. Os doentes deste estudo foram aleatorizados para receber Eylea 2 mg em regime mensal (n = 136), Eylea 2 mg bimensal (após 5 injeções mensais consecutivas) (n = 135) ou tratamento com fotocoagulação laser (n = 132). 

 

Após 2 anos, os doentes aleatorizados para laser puderam receber Eylea 2 mg, de acordo com os critérios de re-tratamento especificados no protocolo do estudo (PRN).

 

Após três anos, os doentes que receberam Eylea em regime mensal obtiveram um ganho médio de 10,3 letras na MAVC em comparação com a avaliação inicial, enquanto os doentes que receberam Eylea em regime bimensal obtiveram um ganho médio de 11,7 letras. 

 

Os doentes tratados com fotocoagulação laser apresentaram uma variação média da MAVC de 1,6 letras versus avaliação inicial. Após três anos, 41,2% dos doentes no grupo mensal e 42,2% dos doentes que receberam Eylea 2 mg a cada dois meses mantiveram ganhos significativos de visão de pelo menos15 letras, (três linhas), na escala visual ETDRS (Early Treatment Diabetic Retinopathy Scale), em comparação com 18,9% no grupo tratado com laser.

 

Envie este conteúdo a outra pessoa