Bastonária defende criação de carreira no SNS para os farmacêuticos 0 140

Bastonária defende criação de carreira no SNS para os farmacêuticos

13 de Maio de 2016

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos defende a criação de uma carreira dentro do Serviço Nacional de Saúde (SNS) para os farmacêuticos.

No entender de Ana Paula Martins, os profissionais que integrarem o SNS deverão fazer um estágio de 4 anos. «Este seria um estágio sobretudo para a farmácia hospitalar, mas também para analistas clínicos e genética humana. São as áreas mais tecnológicas. Seria um estágio de quatro anos, equiparado ao que existe a nível europeu», explicou ontem a bastonária, durante uma visita à farmácia hospitalar do hospital de Vila Franca de Xira.

Ana Paula Martins considera que este é o momento certo para se voltar a implementar uma carreira para os farmacêuticos. «Estamos numa zona amarela, em que dentro de cinco a dez anos deixaremos de ter os farmacêuticos mais antigos disponíveis para fazer supervisão e acompanhar os profissionais mais novos. Quando terminam a licenciatura, a autonomia é limitada pela ausência de experiência por não terem passado pelo exercício clínico», concluiu, citada pelo “DN”.

Atualmente, a Ordem dos Farmacêuticos encontra-se em diálogo com o Governo acerca da criação de uma carreira para os farmacêuticos.

Envie este conteúdo a outra pessoa