ANF apresenta solução tecnológica para testes comparticipados 511

A Associação Nacional das Farmácias (ANF) emitiu um comunicado a indicar que o sistema informático das farmácias está preparado, desde esta quarta-feira, para processar a comparticipação dos testes rápidos de antigénio.

Segundo a ANF, esta “solução tecnológica vai permitir agilizar a faturação do serviço nas farmácias que o disponibilizam”.

Lembrar que os testes rápidos de antigénio (TRAg) à covid-19 passaram a ser comparticipados a 100%, a 1 de julho, altura em que as farmácias os começaram a realizar.

Neste momento, a “comparticipação a 100% dos testes rápidos de antigénio está disponível em mais de 200 farmácias, um aumento de 49% em relação à semana passada. A estas farmácias somam-se ainda outras 232 que estão a realizar testes gratuitos no âmbito de protocolos com as autarquias de Lisboa, Oeiras, Odivelas, Lagoa e Amadora e ainda com a Região Autónoma da Madeira (RAM)”, indica a ANF, na nota enviada.

A Associação das Farmácias indica ainda que “desde o início do ano, as farmácias realizaram mais de 546 mil testes rápidos de antigénio, 47% dos quais no âmbito de parcerias com cinco autarquias e com a RAM”.

A ANF termina por indicar que “a rede de farmácias continua focada em alargar a oferta e o alcance da sua intervenção no âmbito da estratégia nacional de testagem e de combate à covid-19”.

Envie este conteúdo a outra pessoa