Notícias / Saúde

Portugal volta a aumentar cobertura de vacina contra a gripe

 


 

08 de fevereiro de 2018

Portugal tem aumentado, nos últimos anos, a taxa de cobertura de vacinação contra a gripe junto dos grupos de risco, afirma a Direção-Geral da Saúde, estimando que este ano tenham sido vacinados pelo menos 62% dos idosos.

Estes valores vêm contrariar a tendência decrescente registada na Europa, revelada esta semana no relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Centro Europeu para o Controlo de Doenças (ECDC).

«A partir da pandemia de 2009/2010, todos os anos temos melhorado os indicadores. Este ano, mais uma vez, ainda numa avaliação preliminar, temos indicação de que vamos ficar com uma cobertura vacinal superior à do ano passado», disse à “Lusa” a diretora-geral da Saúde.

Segundo a DGS, desde a época 2015/2016 que se têm vacinado cerca de 60% das pessoas com 65 ou mais anos (quase 2 em cada 3 pessoas).

Para esta última época vacinal, Graça Freitas estima que se tenha atingido uma cobertura de pelo menos 62% na população idosa.
A responsável diz que nos últimos anos se tem aumentado cerca de dois pontos percentuais a taxa de cobertura de vacinação dos idosos.

No caso particular das pessoas residentes em lares tem-se verificado uma cobertura vacinal da ordem dos 90% desde a época 2011/2012, refere ainda a DGS.

Apesar de a cobertura entre os profissionais de saúde também ter registado melhorias, a diretora-geral da Saúde reconhece e lamenta que continue abaixo do que era desejado.